Tendinite Patelar (ou Joelho do Saltador) – O que é? Como ocorre? Quais os sintomas? Qual o tratamento? E como prevenir?
05/08/2019
Viscossuplementação – O que é? Quais os benefícios? Como o procedimento é feito? Existem efeitos colaterais?
19/08/2019

Patela – O que é?

A patela (ou rótula) é um dos 3 ossos que compõe uma complexa articulação do corpo humano que é joelho. A patela é um osso pequeno e triangular e se localiza na parte da frente do joelho. É dividida em duas partes: a base que é mais larga e fica na parte superior e o ápice – estrutura pontiaguda que compõe a parte inferior da patela.  Se conecta a quase todas as estruturas articulares do joelho, e, portanto, recebe carga de diferentes estruturas, podendo ser prejudicada pelo excesso de cargas.

Funções da patela:

• Permitir o movimento de flexo-extensão;
• Conectar os músculos do quadril e da coxa com a perna; e
• Proteger as estruturas internas do joelho.

Condropatia Patelar – O que é?

Também conhecida como condromalácia patelar, é uma doença de desenvolvimento lento e ocorre na cartilagem que reveste a patela. A Condropatia patelar se divide em 4 graus de acordo com o comprometimento da patela.
• Grau 1: amolecimento da cartilagem e inchaço.
• Grau 2: fragmentação da cartilagem ou fissuras (rachaduras) com comprimento
inferior a 50% da espessura da cartilagem.
• Grau 3: fragmentação da cartilagem ou fissuras (rachaduras) com comprimento
maior a 50% da espessura da cartilagem.
• Grau 4: perda total da cartilagem da articulação com exposição do osso subcondral.

Como ocorre a condropatia patelar?

A patela chega a suportar, a depender da atividade desenvolvida, uma carga 7 vezes maior que o peso do corpo de um indivíduo. Portanto essa pressão constante aliada a fatores como a anatomia do corpo, exercícios repetitivos de alto impacto, excesso de
exercícios, exercícios executados de maneira errada, excesso de peso e traumas na patela contribuem com as lesões na cartilagem que reveste a patela, gerando, consequentemente, o desgaste.

Quais os sintomas?

Um dos principais sintomas é a dor anterior (na parte da frente do joelho) ao subir e descer escadas ou ao agachar e ao levantar. Podem ocorrer também estalos ou crepitações nos movimentos de flexão ou extensão dos joelhos, dor ao ficar muito tempo sentado e inchaço.

Como é feito o diagnóstico?

​Para realizar o diagnóstico, o ortopedista deverá fazer um exame clínico minucioso a fim de conhecer de maneira detalhada quais são os sintomas e quando iniciaram; e exames físicos para avaliar a força do músculo da coxa (quadríceps) e o alinhamento do joelho ao osso da coxa (fêmur). Depois do exame físico, o ortopedista poderá solicitar exames de imagem como tomografia e radiografias a fim de verificar o alinhamento articular ou ressonância magnética capaz de verificar o desgaste da patela.

Qual o tratamento?

Na maioria das vezes o tratamento para a condropatia patelar não envolve cirurgia. Após a avaliação do ortopedista, poderão ser receitados anti-inflamatórios para tratar a inflamação; fisioterapia; e exercícios de baixo impacto para fortalecer os músculos
(vasto medial, glúteos e rotadores do quadril) e com isso diminuir a pressão sobre a cartilagem da patela.
A partir da avaliação médica inicial e persistência dos sintomas, pode ser indicada a técnica de viscossuplementação que é a aplicação de ácido hialurônico na articulação do joelho. Esse procedimento visa lubrificar e hidratar as cartilagens do joelho e com isso, diminuir a dor e o impacto sofridos, além de diminuir também o processo inflamatório presente. O procedimento é simples e consiste na aplicação de uma
injeção com ácido hialurônico dentro do espaço articular. É realizado no consultório médico, dura apenas alguns segundos e o paciente volta à rotina normal, evitando apenas exercícios mais intensos por 48h. O número de aplicações necessários e o efeito variam entre os pacientes, mas normalmente, o alívio é significativo e o efeito pode durar entre 6 meses e 1 ano. No entanto, é importante que esse tratamento seja indicado por um ortopedista, especialista em joelho e que tenha feito a análise minuciosa do caso, inclusive com a refratariedade a tratamentos anteriores.

Existe cirurgia para a condropatia patelar?

Sim. No entanto, a cirurgia só é indicada quando os tratamentos menos invasivos não
surtiram efeito e em casos mais graves como:
• Quando a doença chegou ao seu último estágio – artrose femuro-patelar;
• Quando há comprometimento focal da área da patela ou mesmo do apoio do fêmur
(área de côndilos)

Como é feita a cirurgia?

A cirurgia, conhecida como artroscopia, é realizada por vídeo com apenas 2 pequenos cortes na frente do joelho, que permitem a retirada de fragmentos de cartilagem soltos e interpostos. Para casos mais complexos a cirurgia também permite a soltura
lateral da patela, conhecida como “release lateral”. Para casos de lesão focal, pode haver benefício com a cirurgia de cobertura com membrana de colágeno. Essa técnica é uma tendência mundial, e já é uma realidade em Brasília. Dr Saulo Castro, ortopedista especialista em joelho, está capacitado para realizar este tipo de procedimento.

Recuperação da cirurgia:

O paciente costuma receber alta no dia seguinte à cirurgia, e a depender da avaliação médica pode ser liberado no mesmo dia. Recomenda-se o uso de muletas para evitar
colocar peso sobre a perna operada. O médico fará recomendações como aplicação de gelo, elevação da perna e uso de analgésicos a fim de diminuir o inchaço e a dor.  Os pontos devem ser retirados entre 2 e 3 semanas após a cirurgia, quando o ortopedista que realizou a cirurgia reavaliará o caso e fará outras recomendações como adequação da fisioterapia e exercícios de fortalecimento muscular.  O retorno às atividades esportivas ou de maior impacto deve ser realizado apenas após a avaliação e liberação do ortopedista que fez o procedimento cirúrgico, com base no exame físico e os exames de imagem necessários. A recuperação varia entre os indivíduos sendo um processo gradual que deve ser acompanhado pelo ortopedista responsável. Portanto, não deixe de procurar um ortopedista especialista em joelho e credenciado pela SBCJ (Sociedade Brasileira de Cirurgia do Joelho) http://www.sbcj.org.br/conteudos/?membros-titulares para avaliar-lhe Quer ler mais? Leia em: https://drsaulocastro.com.br/blog/condropatia-patelar-o-que-e/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MARCAR CONSULTA
Open chat